TURISMO
Pontão da Fortaleza, para ir a nado ou a pé

Biodiversidade de plantas e animais pode ser observada na trilha pelo costão rochoso da praia da Fortaleza

da Redação

Considerado uma das mais magníficas belezas naturais da região Sul de Ubatuba, o costão rochoso da praia da Fortaleza atrai pesquisadores, mergulhadores, esportistas e amantes da natureza. O costão “invade” o mar, formando uma barreira natural, o Pontão da Fortaleza. Quem mergulha nos recifes guardados pelo pontão pode acabar se deparando com tartarugas, moreias e arraias.

Se tiver sorte e atenção, quem opta por ir a pé até o Pontão, pela trilha que leva cerca de 20 minutos partindo do canto da praia, pode observar pelo caminho animais como cobras e preguiças. Só quando se chega perto das pedras que podem ser vistas da praia é que se tem noção do tamanho delas. Esses blocões de pedra que lembram um cenário de Star Trek fazem sucesso entre praticantes do bouldering.  

Segundo o oceanógrafo e colunista do InforMar, Guilherme Fluckiger, o Pontão é ideal para observar a diferença entre um costão protegido e um exposto às ondas. Em sua coluna, Fluckiger explica que há muita vida incrustada nas rochas dos costões, animais e algas cuja distribuição não se dá ao acaso, mas é definida principalmente pelo sobe e desce das marés e o batimento de ondas.

Conheça essa maravilha, mas jamais deixe lixo nas trilhas.