PROGRAMAÇÃO
“Corta cabaça, espalha a semente” – Encontro de Afrobrasilidades em Ubatuba

Organizado pelo Coletivo “Afrobrasilidades”, que discute as relações étnicos-raciais em Ubatuba, o evento “Corta cabaça, espalha a semente” – Encontro de Afrobrasilidades, tem por objetivo, valorizar a matriz africana e favorecer o diálogo para o respeito à diversidade cultural e à tolerância, além de estimular a reflexão sobre o lugar que a história e cultura afro-brasileira ocupam no contexto da sociedade brasileira atual.

A abertura do evento acontece na próxima sexta-feira (6) no Sobradão do Porto, a partir das 19h, com a participação do Mestre Marrom de Taboão da Serra/SP e do grupo Capoeira Angola Ubatuba – Peregrinos. As atividades continuam no sábado (7), na Escola Estadual Capitão Deolindo de Oliveira Santos, a partir das 10 horas, e no domingo (8), também a partir das 10 horas, na sede da AMAC – Associação de Moradores e Amigos do Corcovado.

Além de rodas de conversa, o evento traz poesia, maracatu, capoeira de Angola, afoxé, coco e jongo, encerrando com o “Ato Público em Memória da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos”, na Praça Nossa Senhora da Paz, às 16h.

SERVIÇO
Evento: “Corta cabaça, espalha a semente” – Encontro de Afrobrasilidades
Data: 6 a 8 de outubro
Locais: 6/10 – Sobradão do Porto – Praça Anchieta, 32 – Centro.
7/10 – Escola Estadual Capitão Deolindo de Oliveira Santos – Rua Conceição, 844 – Centro
8/10 – Praça Nossa Senhora da Paz
9/10 – AMAC – Associação de Moradores e Amigos do Corcovado – Estrada Yoshiwo Tozaki, 3992 – Corcovado
Entrada Gratuita

Fonte: Fundart

Ato de resgate histórico e religioso da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

Paróquia Exaltação a Santa Cruz através da Pastoral Fé e Cultura e o Maracatu Itaomi convidam para um ato de resgate histórico e religioso em memória da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos e manifesto contra a intolerância religiosa a ser realizado na Praça da Paz, dia 08/10 a partir das 16h.

A atual Praça Nossa Senhora da Paz, localizada na esquina da Avenida Iperoig com Rua Dr. Esteves da Silva onde se encontra a Estatua “Regina Pacis” (doada pelo Papa João XXIII em 1963 como parte das comemorações do 4º Centenário da Paz de Iperoig), que passa desapercebida aos moradores e turistas confundida como simples “ponto de ônibus”, guarda importante passagem da história de Ubatuba.

Onde hoje existe a singela praça, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos foi construída para que negros escravizados pudessem participar dos cultos religiosos da Igreja Católica, já que lhes era impedida a presença junto aos homens brancos na Igreja principal da cidade. No mesmo contexto, outras igrejas também foram construídas em cidades como São Paulo, Guarulhos, Ouro Preto, Tiradentes, Salvador, Recife, Olinda, Atibaia, Paraty, São Luis do Paraitinga entre tantas. Todas estas igrejas guardam até hoje uma relação muito estreita com as comunidades negras, pela devoção a Nsa. Sra. do Rosário. E desde o século XVII vem sendo palco de festejos que sediam as mais ricas tradições culturais afro-brasileiras, as Coroações de Reis e Rainhas do Congo, as Congadas, Moçambiques e Maracatus. 

No caso da pequena Igreja de Ubatuba, conta-se ter sido destruída por um raio. Há quem diga também que a igreja tenha sido propositalmente incendiada. Fato é que esta passagem pouco conhecida da história de Ubatuba, perde-se em meio as modificações urbanísticas da cidade, a falta de incentivo ao estudo e resgate da história do município e a outros interesses diversos.

Programação

16:00 – Início do cortejo na Praça da Matriz, com o Maracatu Itaomi acompanhando a imagem de Nossa Senhora do Rosário até a Praça da Paz;

16:30 – Palavra dos convidados:
* Frei Avelar (Paróquia Exaltação a Santa Cruz);
* Pai Edison Soler (Maracatu Itaomi, Afosé Ilu Omi Obatalá)
* Zizinho Vigneron (Historiador);
* Leandro Cruz (Historiador);
* Prof. Ernely Fragoso
* Jorge Garcia Basso (Doutor em Educação);
* Mario Gabriel do Prado (Comunidade Quilombola Caçandoca);

17:30 – Encerramento na praça – Maracatu Itaomi

18:30 – Missa na Igreja Matriz em louvor a Nossa Senhora do Rosário.

Fonte: Perfil de Henrique Becker, músico, biólogo e agitador cultural, que é um dos organizadores do evento.