COLUNA DA BREWCICLETA
Cervejas: verdades e mitos populares (parte 1)

Quando se fala de cerveja, sempre rola aquela polêmica que divide opiniões. Às vezes a discussão é tão séria que os defensores de cada teoria já têm seus argumentos apaixonados para garantir que têm razão. Vamos falar um pouco sobre eles?

– A CERVEJA NA GARRAFA É MELHOR QUE EM LATA:

Essa é uma visão equivocada, pois a cerveja em qualquer que seja o vasilhame, passa pelo mesmo processo de fabricação e geralmente sai do mesmo tanque para envase. Porém, a lata mantém o líquido melhor acondicionado com bloqueio total de luz e melhor vedação, e ao contrário do que alguns pensam, o alumínio moderno não afeta o sabor da bebida. Assim, a cerveja na lata terá, na maioria das vezes, suas propriedades sensoriais preservadas por muito mais tempo. Agora falando das cervejas artesanais, existem envases ideais para determinados estilos de cervejas. Muitas microcervejarias brasileiras já optaram por enlatar suas produções afim de apresentar uma bebida mais fresca ao cliente.

– A COR DA GARRAFA PODE INTERFERIR NO SABOR DA CERVEJA:

Verdade! Isso explica o porquê da grande maioria das cervejas serem envasadas em garrafas escuras (âmbar). Existe um defeito específico nas cervejas chamado lightstruck que nada mais é que a deterioração do aroma provocado pela incidência de iluminação direta no líquido. Ou seja, quanto mais clara a garrafa, maior a probabilidade da sua cerveja estar com cheiro ruim. Por isso é raro encontrarmos cervejas em garrafas transparentes. No geral, as garrafas em tons escuros impedem que a luminosidade cause oxidação da bebida.

Gostou das dicas? No mês que vem tem mais. Curta nossa página e conheça mais sobre o universo cervejeiro: www.facebook.com/brewcicleta

BREWCICLETA CERVEJAS ESPECIAIS
Rua Guaicurus, 265, loja 2 – Ubatuba/SP
brewcicleta@gmail.com
(12) 3833-8297
FACEBOOK