POLÍTICA
Bem votados em Ubatuba ajudaram a salvar Temer

A Câmara dos Deputados decidiu arquivar a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) por corrupção passiva. Os parlamentares aprovaram por 263 a 227 votos o relatório que recomendou a rejeição da denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente. Com a decisão, o caso fica parado no Supremo até o fim do mandato de Temer.

Entre as evidências apresentadas pela PGR estão as gravações de conversas entre Temer e o empresário Joesley Batista em que os dois falariam sobre pagamento de propina pelo silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB), que está preso.

O InforMar Ubatuba fez um levantamento de como os deputados mais votados em Ubatuba se comportaram na sessão que livrou Temer do processo que poderia derrubá-lo e levá-lo à cadeira (veja box acima). Bruno Covas (PSDB) e Samuel Moreira (PSDB) não aparecem pois largaram o mandato para assumir outros cargos; de vice-prefeito de São Paulo e secretário estadual da Casa Civil, respectivamente.