AUTODICAS DO INFORMAR
Amenizando os efeitos da maresia

Viver e passear perto da praia faz bem para as pessoas. Já para a saúde do seu carro, a proximidade do mar pode oferecer alguns riscos, tudo por causa da famosa maresia, aquela névoa fina que sobe do oceano.

A maresia não é uma neblina comum, pois não é formada por vapor puro de água, mas também pelo ‘‘spray’’ das ondas que arrebentam nos costões. Essas gotículas são de água salgada, que acelera ainda mais o processo de oxidação, isso é, de ferrugem.

É preciso ficar bem atento sobretudo às partes expostas da lataria, aqueles lugares que sofreram pequenos arranhes, por exemplo. Com alguns cuidados dá para manter a ferrugem afastada por muito mais tempo. Anote aí:

– MANTER O CARRO EM LOCAL COBERTO à noite é algo que ajuda a manter as gotículas salgadas longe da lataria do seu carro. Existem também capas plásticas para cobrir o carro e deixá-lo ainda mais seguro. É importante amarrar bem essas capas para que elas não sejam arrancadas pelo vento;

– LAVAR O CARRO DEPOIS DA PRAIA retira o sal e areia da superfície metálica. Vale a pena jogar uma água por baixo do carro, para tirar toda a areia que gruda ali;

– ENCERAR o carro cria uma película protetora entre a lataria e o oxigênio, o que retarda a oxidação;

– PEQUENOS AMASSADOS E RISCOS precisam ser concertados o quanto antes, pois é justamente nesses pontos vulneráveis que a ferrugem tende a se formar primeiro. Se o dono do carro demora muito para fazer o conserto, a ferrugem pode se alastrar rapidamente a partir daquele ponto.

Oferecimento: